Skip to content

15 anos de trajetória do LABMUNDO

Logo-15-anos-horizontal_FINAL

Em 2021, o Laboratório de Análise Política Mundial (o LABMUNDO) completa 15 anos. Desde sua formação, muitos sonhos e interesses compartilhados levaram à construção de uma rede de colaboração, solidariedade e paixão pela pesquisa acadêmica. 

O grupo foi fundado em março de 2006 na Universidade Federal da Bahia (UFBA) em Salvador. Desde o início, fortalecer a disciplina das Relações Internacionais na região Nordeste foi um de seus principais objetivos e o LABMUNDO foi um dos primeiros grupos de pesquisa voltados para esta área em toda a UFBA. Sob a coordenação dos professores Carlos R. S. Milani e Ruthy Nadia Laniado, aos quais logo se juntaria a professora Elsa Kraychete, a primeira casa do LABMUNDO foi a Escola de Administração da UFBA. 

Algumas iniciativas e parcerias anteriores prepararam o caminho para a constituição do grupo, como, por exemplo, o programa Alfa Amelat XXI de cooperação acadêmica entre América Latina e União Europeia, com iniciativas como a internacionalização e capacitação de estudantes de pós-graduação, e a realização de escolas de verão em Montevidéu (2007) e Madrid (2008). Outra iniciativa importante foi a oferta, em 2005,  da primeira disciplina de graduação sob o nome de Relações Internacionais, cujo interesse despertado em estudantes de diversos cursos já indicava a importância de aprofundar o estudo na área.   

Desde sua fundação, o grupo tem sido um ator importante na consolidação da área das Relações Internacionais na UFBA, tendo participado da criação do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades com área de concentração em Relações Internacionais, em 2008, no contexto do programa federal do REUNI. Posteriormente, os membros do LABMUNDO também participaram na criação do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, com cursos de mestrado e doutorado, e que foi um dos primeiros nas regiões Norte e Nordeste. 

 O LABMUNDO também é responsável pela organização das Semanas Baianas de Relações Internacionais (SEBARI), cuja primeira edição foi em 2009, e que se tornaram um importante evento entre os pesquisadores das Relações Internacionais de Salvador e região. Desde sua primeira edição, as SEBARI reúnem intelectuais de prestígio nacional e internacional na UFBA para discutir as principais agendas da política internacional. 

 Ao longo de toda sua trajetória, parcerias institucionais fortaleceram as ações do LABMUNDO e contribuíram para a realização de grandes projetos. Nesse âmbito, têm destaque as parcerias com pesquisadores e instituições francesas, que permitiram o acolhimento de pesquisadores nas duas direções e a visita de pesquisadores franceses de prestígio, como Marie-Françoise Durand, Guillaume Devin e Bertrand Badie. Também merecem destaque os jovens pesquisadores de Sciences Po, a exemplo de Benoit Martin, Mélanie Albaret e Philippe Copinschi. O Laboratório organizou atividades ligadas às comemorações do Ano do Brasil na França (2005) e do Ano da França no Brasil (em 2009), a exemplo: a tradução de livros para o português (como as obras Sociologia das Relações Internacionais, de Guillaume Devin, O Diplomata e o Intruso, de Bertrand Badie, e o Atlas da Mundialização, livro de professores de Sciences PO Paris); uma exposição de cartografia itinerante sobre as relações bilaterais Brasil-França (em parceria com a embaixada da França) e cursos de francês aplicado às RI.

A partir de 2011, uma outra frente foi lançada. O LABMUNDO passou a contar também com uma sede no Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP/UERJ), momento em que a professora Enara Echart se somou à coordenação do grupo, gerando intensa cooperação entre o IESP e a UNIRIO. Em 2018, o professor Rubens Duarte assumiu a coordenação do LABMUNDO ao lado de Carlos Milani.

Hoje, o LABMUNDO é um influente grupo de pesquisa na área de Relações Internacionais no Brasil, atuando em diversas redes nacionais e internacionais.  O coordenador do grupo também fundou,  em 2020, o Observatório Interdisciplinar das Mudanças Climáticas (OIMC), dedicado ao tema das mudanças climáticas e dos impactos do aquecimento global. 

Ao longo dessa trajetória, o caminho foi marcado por grandes êxitos. Nesses 15 anos, o LABMUNDO conquistou seu espaço no debate público e acadêmico a respeito das principais agendas das Relações Internacionais, estabelecendo uma ampla rede de interação com pesquisadores e instituições brasileiras e internacionais, no mesmo campo e também numa perspectiva transdisciplinar. 

Aqueles que se formaram nos cursos livres, disciplinas, programas e orientações do LABMUNDO estão hoje espalhados pelo mundo e muitos são professores acadêmicos com seus próprios grupos e desenvolvimento. Para celebrar essa trajetória, honramos as memórias de seus participantes e lembramos os acontecimentos mais marcantes. Recordamos e celebramos o passado, mantendo o olhar no futuro, prontos para os próximos 15 anos.